Adoração: Desligando do piloto automático – Gernando Costa

Usando com base o texto de Hb 13:15-16
Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de
louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome.
Não se esqueçam de fazer o bem e de repartir com os outros o que vocês têm, pois de tais sacrifícios Deus se agrada.
Ser adorador é ter um estilo de vida que reflita em nós a pessoa de Jesus. Ser adorador não é só cantar ou se prostrar, é também agir e fazer parte do projeto de Deus para essa geração.
Amor é o que distingue o cristão. Amor é a marca registrada do adorador.

Adoração: Desligando do piloto automático – Gernando Costa

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*