Como fazer Teologia Hoje

images-2Praticar a Teologia em pleno século XXI não é uma tarefa tão fácil quanto parece, isso se dá pelo fato das grandes facilidades nos oferece o mundo, como por exemplo a secularização, a mistura entre o sagrado e o profano, céticos já afirmam que a religião está com seus dias contados.

É diante desta situação, que nós cristãos somos impelidos a fazer uma teologia que seja não somente teórica, mas relevante ao contexto sócio-economico-cultural em que estamos inseridos hoje e que é cada vez mais necessário que os pregadores utilizem cada vez o texto bíblico atendendo as necessidades do homem secularizado, assim como a igreja primitiva atualizou a mensagem do AT nos termos de Jesus para as comunidades judaico-gentílicas do primeiro século.

Quando faço essa defesa à contextualização do pregador, não quero de forma alguma propor adequações do texto sagrado à moralidade atual, mas sim desenvolver a ideia de que a interpretação das Sagradas Escrituras não é a simplesmente leitura do texto em forma litúrgica, mas sim a utilização da mesma mensagem anunciada na Bíblia, dos conceitos que aprendemos acerca de Deus, em linguagem que o homem hodierno possa e deva compreender.

É necessário que busquemos uma teologia compromissada com a evangelização e também com a ação social, para que a mesma possa integrar a espiritualidade cristã com um forte trabalho social, tendo uma visão integral do ser humano, dando assim o testemunho de Jesus não somente como Salvador, mas também como Senhor, com um evangelho que é encarnado na vida das pessoas e na sociedade, anunciando o evangelho com todo o seu poder e amor e levando o “Evangelho todo para o homem todo”.

E na busca para conciliar , creio que o melhor modelo teológico que vejo é aquele modelo que chamamos de Teologia da Missão Integral, onde é proposto a mescla do evangelismo, com a ação social, visando o ser humano como uma criatura de Deus na sua totalidade com necessidades tanto físicas, como materiais e espirituais. Ela visa desalienar as práticas de fé existentes na grande maioria das comunidades e nas atitudes das pessoas.

Sabemos que as tradições herdadas criaram muitas raízes no meio cristão, principalmente no meio evangélico, trazendo pra nós cristãos, mesmo que de forma não intencional, o pensamento equivocado de fazer distinção do ser humano, ou seja, a idéia platonica de corpo, alma e espírito. Adotando esse pensamento, acabamos por distanciar as necessidades de um e do outro, desconstruímos a obra da criação de Deus que por sua vez criou o ser humano em sua totalidade, interagindo com o meio em que vive.

A partir daí foi criada a ideia dualista, condenando o que provem da carne e exaltando de forma exagerada o que seria do espírito ou da alma.

A questão é a seguinte: Podemos afirmar que a Missão Integral é uma teologia. Isso é bastante interessante, mas fica a questão: que tipo de teologia?Ao meu ver é uma teologia bíblica, isto é, uma tentativa de configurar da melhor maneira possível o ensinamento bíblico a partir da própria Escritura, em vez de partir dos loci communes da chamada teologia dogmática ou sistemática.

Há, porém, muitos tipos de teologias bíblicas, com as mais diversas diferentes ênfases. Penso que a teologia da Missão Integral é uma teologia bíblica que centraliza toda a reflexão biblico-teológica na definição da natureza intrínseca da própria mensagem do evangelho, e busco propor de forma mais construtiva agora, que ela o vê como o cumprimento da grande comissão de Cristo à luz do mandato sociocultural do Gênesis.

Esse mandato sociocultural aparece logo nos primeiros textos da Escritura, compondo ali as primeiras ordens do Deus Todo Poderoso ao homem na sua Criação. O mandato sociocultural de Gênesis nos indica o projeto de Deus para a humananidade.

Ainda que não esteja alí explicitamente descrito, mas de maneira implícita naquilo que a narrativa bíblica apresenta na forma de comando divino. Ele inclui:

(i) apoio e suporte à família e à educação;
(ii) pesquisa científica e tecnológica;
(iii) promoção da nutrição alimentar, e por inferência, de todas as necessidades básicas para a sobrevivência e saúde de todos, sem exceção de ninguém;
(iv) descanso e lazer para todos, e, por inferência, trabalho para todos. Por meio da redenção em Cristo, a sua igreja se torna novamente capaz de fazer valer o mandato sociocultural. Isto é ler a grande comissão como retomada do projeto divino para a humanidade. Isso é para mim, a principal base para a teologia da Missão Integral.

O Evangelho todo para o homem todo”. Tratado de Lausanne 1974.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*